Literatura | Bom Crioulo - Adolfo Caminha

by - 11:04


Este foi um clássico que nunca ouvi falar, talvez porque é mais conhecido no Brasil do que em Portugal. Assim que li a sinopse senti que podia vir a ser um bom clássico, e eu, que ainda agora comecei a ler clássicos! Gostei de ler Bom Crioulo, é um clássico diferente, foi bom mas achei que podia ter sido melhor. Para mim, existiram certas partes que não fizeram grande sentido para a história, mas mesmo assim o enredo continuou a ser algo de fascinante. 


A mensagem principal é muito forte e claro, não é para todos. Um tema bem polémico que a muitos agrada e a outros nem por isso. Gostei do tema e de certa forma gostei da forma como abordaram. Podiam ter aproveitado e explorada a ideia de melhor forma, contudo, o escritor fez um bom trabalho. 

Para um clássico tão pequeno é sem dúvida uma preciosidade. Não achei que fosse um clássico cansativo, não tive a tentação de o deixar de lado, queria sempre ler mais e mais. A escrita é muito boa, fluí sem qualquer problema. A escrita é simples e apaixonante. Um clássico que recomendo a qualquer um, principalmente a quem está a começar nesta onda de ler clássicos. Sem dúvida que recomendo o clássico, e vejo-me muito futuramente a reler este clássico e quem sabe, a tirar melhor proveito dele.

Sinopse: "O romance que o Brasil recebeu com escândalo. Uma história de amor entre dois homens: Amaro – o Bom Crioulo – e Aleixo. Um marinheiro negro sente-se atraído por um jovem grumete branco. Na trama, surge ainda D. Carolina, ou melhor, Carola Bunda, portuguesa e ex-prostituta, desejosa de entregar o seu corpo maduro a um amante jovem como Aleixo. Assim se constitui um triângulo amoroso fatal.


Uma singular e improvável história de amor entre dois homens, a que não falta a traição, a diferença de idades, a culpa, o medo. Eis uma situação que pode sair fora do controlo: se uma paixão violenta causa cegueira, será inevitável um final trágico?



Adolfo Caminha, duramente atacado pela crítica, ficou para a História como um autor «maldito». Votado ao esquecimento na primeira metade do século xx, Bom Crioulo é hoje traduzido em todo o mundo, e é considerado o primeiro romance da literatura em língua portuguesa a abordar a homossexualidade e logo numa relação inter-racial."


Editor: Guerra e Paz Editores | ISBN: 9789897023767 | Páginas: 160 | Classificação: 3 em 5 estrelas

Uma leitura com o apoio:

You May Also Like

0 Comentários