Literatura | O Legado de Júpiter: Luta de Poderes - Mark Millar & Frank Quitely

Adoro super-heróis, da mesma forma que adoro super-vilões. Sou mais fã do lado mau, isso sem dúvida. Esta banda desenhada é diferente, apesar de nos apresentar super-heróis com semelhanças aos já conhecidos, é original nesse aspeto. Temos aqui um confronto entre famílias, desde irmãos, amigos, pais, filhos. É incrível o quanto em apenas umas meras páginas aconteceu tanta ação e aventura. 

Ao início não estava a gostar, parecia apenas mais uma banda desenha com super-heróis, mas depois deu uma reviravolta inesperada. É interessante ver que apenas um simples acontecimento mudou a vida de todas as personagens. Gostei de todas as personagens em particular, achei que todas estavam bem delineadas e pensadas. Cada um tem um papel fundamental na história e no seu desenrolar.

Quanto à arte acho que não existem palavras para descrever o quanto bonita e espetacular é. Sem sombra de dúvida que os criadores deram o seu melhor nesta banda desenhada, é realmente incrível como se consegue descrever a sensação de movimento. É uma banda desenhada com tudo no ponto, são aquelas cinco estrelas bem dadas e fico ansiosa à espera do próximo!

Sinopse: "Chloe e Brandon são filhos dos maiores heróis e vilões deste mundo. Mas será que estão à altura do seu legado?


Em 1932, a busca por uma misteriosa fonte de energia e poder leva Sheldon Sampson,bem como o seu irmão Walter e um pequeno grupo de companheiros, numa viagem arriscada a uma estranha ilha perdida. Décadas mais tarde, Sheldon e Walter tornaram-se em super-heróis celebrados por todo o mundo. Mas uma nova geração de super-humanostem de seguir os seus passos, e a missão anuncia-se difícil… sobretudo quando dois lados da família iniciam uma luta terrível pelo poder. Quanto tempo poderá o mundo sobreviver a uma guerra entre seres super-poderosos?"

Editor: G-Floy Studio | ISBN: 9788416510542 | Páginas: 136 | Classificação: 5 em 5 Estrelas

Uma leitura com o apoio:

Sem comentários:

Enviar um comentário