Literatura | A Livraria - Penelope Fitzgerald

by - 13:47

Edição/reimpressão: Outubro 2016
Editora: Clube do Autor
ISBN: 9789897243295
Páginas: 192

Sinopse: "Inglaterra, 1959. Florence Green vive na pequena vila costeira de Hardborough, longe de tudo, e que se caracteriza precisamente por aquilo que não tem. Florence decide então, contra tudo e todos, abrir a primeira e única livraria da terra.
Florence compra um edifício abandonada há anos, gasto pela humidade e com o seu próprio fantasma. Como se não bastasse o mau estado da casa, ela terá de enfrentar as pessoas da vila que, de um modo cortês, mas inabalável, lhe demonstram a sua insatisfação com a existência da primeira livraria local. Só a sua ajudante, uma menina de dez anos, não deseja sabotar o seu negócio.
Quando alguém sugere que coloque à venda a primeira edição de Lolita de Nabokov, a vila sofre um «terramoto» subtil, mas devastador. E finalmente, Florence começa a suspeitar da verdade: uma terra sem uma livraria é, muito possivelmente, uma terra que não merece qualquer livraria."


Opinião: Não sei que sentir quanto a este livro. Sinto que o li demasiado rápido, mas não consegui simplesmente deixar o livro de lado sem o terminar. É um livro intenso para aqueles que têm uma enorme paixão por livro. Este livro mostra-nos a incompreensão que os leitores e amantes de livros por vezes sente por parte da sociedade. Neste livro acompanhámos a construção de uma livraria, o desenvolvimento dela e a tentativa de mostrar à sociedade que os livros não são "perigosos". 

É engraçado que apesar deste livro passar-se em 1959, existem muitas coisas que ainda acontecem em pleno século XXI. Contudo, é verdade que a nossa sociedade vai aceitando a leitura e os livros com os outros, mas ainda existem muitas pessoas com mente fechada. Conseguimos rapidamente encontrar muitas semelhanças entre 1959 e 2017, e isso acaba por deixar-me a pensar que a nossa sociedade não é assim tão evoluída. 

Porém, o livro consegue tornar-se um pouco chato devido à escrita um pouco descuidada. Não é uma escrita complexa, e muitas narrativas são exageradas. Não existe um meio-termo. Adoraria ver um pouco mais de interacção entre as personagens e adoraria que houvesse um pouco mais de romance. São 192 páginas, e podiam ser aproveitadas de outra maneira. Gostaria de ter visto um pouco mais de paixão por livros, e adoraria saber muito mais acerca da criação da livraria.
Um bom livro é o precioso sangue vital de um espírito mestre, embalsamado e entesourado de propósito para uma vida para lá da vida, e como tal deverá seguramente ser um bem de primeira necessidade.
Recomendo o livro para todos os amantes de livros, é um livro de leitura relativamente fácil. A escrita é simples, a narração e enredo também. É um livro para ler numa boa tarde de domingo, uma leitura para descontrair. 

A Minha Classificação: 4 em 5 estrelas 

Uma leitura com o apoio:

You May Also Like

2 Comentários

  1. Fiquei muito curiosa em relação a este livro... vou pedir ao Pai Natal...

    ResponderEliminar