Perdida em Pensamentos | 09.07.2017

by - 13:14


"Detesto começar as histórias por Era um vez mas este tem mesmo de começar assim, porque era uma vez e será sempre uma vez. Foi a vez, a nossa vez. Então, era uma vez nós. Nós. Tu e eu. Eu e tu. Durante muitos anos desconhecia a tua existência, assim como tu a minha. Mas por obra do destino, os nossos caminhos cruzaram-se.
Uma rapariga com mil histórias na cabeça. Um rapaz com mil talentos. O que os poderia unir? Nada. São totalmente opostos um do outro. Ok, talvez nem tanto. Com o tempo descobriram que tinham muito em comum.

Ela, uma rapariga que passeia com a mala cheia de sonhos. Romântica nas horas vagas. Sonhadora a tempo inteiro. Pensava nele, e lá vinha aquele sorriso. As bochechas até se cansavam de tanto sorrir.
Aquele olá misterioso e aquele sorriso de deixar qualquer um nas nuvens. Aposto que foi amor à primeira vista. O toque no cabelo nervoso mais um sorriso que o levou às nuvens novamente. Ela é incrivelmente bonita, não é? E ficaste a pensar nisto até que a viste novamente. Sem dúvida que é bonita.
Mas, existia um problema. Assim como existe em todas as histórias. Não existem contos de fadas, apesar desta história poder ser um.
Falavam todos os dias. Ficavam cada vez mais habituados à presença um ao outro. O amor cresceu e eles nem se apercebiam. E aconteceu. O coração de cada um gritou-lhes e eles ouviram. Queres namorar comigo? Sim, aceito. E pronto, lá se tornaram um só. Tornaram-se inseparáveis. Tornaram-se únicos. E continuam a sê-lo, mas já lá vamos.
A distância. O amor deles estavam dividido por um oceano. Um longo e enorme oceano. Ai quem não atravessasse o oceano a nado.
O tempo passou e eles continuaram juntos. Contudo, a distância permaneceu. Faziam de tudo para estar juntos. Falavam o dia inteiro. Contavam tudo o que acontecera durante o dia. Dormiam juntos. Riam juntos. Choravam juntos. Sonhavam juntos. Eram felizes juntos.
Mas a vida não é um mar de rosas. Nunca foi e nunca será. Eles discutiam como qualquer casal. Brigavam feio algumas vezes. Mas não deixavam que a distância, nem as brigas estragassem o que de melhor tinham: o amor um pelo outro.
Quando ela acordava mais cedo só para preparar-lhe o pequeno-almoço. Quando ela cozinhava o seu prato preferido só para o ver sorrir. Quando ela comprava um presente para ele para o animar. Quando ela adormecia no sofá à espera que ele chegasse do trabalho. Quando ela murmurava o seu nome durante o sono. Quando ela chorava com saudades. Quando ela o amava cada vez mais e mais.
A confiança aumentou com o tempo. E as brincadeiras também. Quem os visse diria que eram casados, e desconfio que fossem mesmo.
Quem os visse diria que eram casal dos filmes. Mas acreditem que não. Eles eram bem reais. Apesar de nunca se terem tocado. Um feitiço de quebrar a distância e eles podiam ser o casal mais feliz do mundo. Esperem, eles já eram o casal mais feliz do mundo. Eles sabiam como se amar por inteiro.
Quando ele acordava-a com beijos. Quando ele a via dormir que nem um anjo. Quando ele preparava um almoço romântico. Quando ele chegava com uma flor a casa. Quando ele comprava um livro só para a ver pular de alegria. Quando ele chorava com saudades do toque dela, dos seus lábios, dos seus olhos, da sua voz. Quando ele a amava cada vez mais e mais.
O amor está nas pequenas coisas, e eles valorizavam as pequenas coisas mais-que-tudo. Aquele simples Como estás? ou até mesmo o Dorme bem. Ambos sabiam cuidar um do outro.
Presentes. Surpresas. Beijos. Abraços. Murros. Brigas. Choros. Gritos. Desculpas. Amor. Sexo.
Que têm eles de especial? São um casal maravilha. Enquanto alguns casais discutem por tudo e por nada, eles discutem por não terem passado tempo suficiente um com o outro. Enquanto alguns casais dormem separados, eles dormem bem juntos. Enquanto alguns casais amam-se nas horas vagas, eles amam-se a tempo inteiro. Enquanto alguns casais fazem sexo porque faz parte, eles fazem sexo porque se amam de corpo e alma. Eles são o casal maravilha porque vivem separados, sonham juntos e amam-se. O importante é o amor, não a distância.
Todos aqueles que não acreditam no amor à distância, não acreditam no amor. E este casal maravilha é a prova que o amor à distância resulta
E termino esta história. Não acabo com um FIM enorme, muito menos com um fim pequeno. Termino esta história dizendo com todo o meu coração, com todo o meu corpo, com toda a minha alma: amo-te."


18-8 14-26-2 7-18 17-14-4-8-22 14-7-18 14-2 22-1-19-22-1-22-7-2. 6-2-8 14 3-18-6-6-2-14 26-14-22-6 19-18-25-22-13 17-2 26-8-1-17-2 16-2-1-7-22-20-2. 3-2-18 22-6-6-2, 4-8-18-5-18-6 1-14-26-2-5-14-5 16-2-26-22-20-2

You May Also Like

0 Comentários