Literatura | Os Homens que Odeiam as Mulheres - Stieg Larsson [Opinião]


image
Edição/reimpressão: 2013
Série: Millennium #1
Editor: D. Quixote
ISBN: 9789722055000
Classificação: 5 em 5 estrelas

Sinopse: "O jornalista de economia MIKAEL BLOMKVIST precisa de uma pausa. Acabou de ser julgado por difamação ao financeiro HANS-ERIK WENNERSTÖM e condenado a três meses de prisão. Decide afastar-se temporariamente das suas funções na revista Millennium. Na mesma altura, é encarregado de uma missão invulgar. HENRIK VANGER, em tempos um dos mais importantes industriais da Suécia, quer que Mikael Blomkvist escreva a história da família Vanger. Mas é óbvio que a história da família é apenas uma capa para a verdadeira missão de Blomkvist: descobrir o que aconteceu à sobrinha-neta de Vanger, que desapareceu sem deixar rasto há quase quarenta anos. Algo que Henrik Vanger nunca pôde esquecer. Blomkvist aceita a missão com relutância e recorre à ajuda da jovem LISBETH SALANDER. Uma rapariga complicada, com tatuagens e piercings, mas também uma hacker de excepção. Juntos, Mikael Blomkvist e Lisbeth Salander mergulham no passado profundo da família Vanger e encontram uma história mais sombria e sangrenta do que jamais poderiam imaginar."

Opinião: Desde que vi o filme que fiquei com certa curiosidade acerca deste livro. E honestamente, adorei o livro. Já tinha adorado o filme (pretendo revero filme, para breve) e o livro foi muito melhor. Não acho que houve muitas diferenças no filme, acho que se trata de uma das melhores adaptações cinematográficas que eu já vi.

Adorei todas as personagens. É complicado conseguir gostar de todas as personagens de um livro, mas adorei mesmo todas. Estavam tão bem criadas, e a maneira como elas agiam e tudo mais, pareciam tão reais. A minha personagem preferida foi a Lisbeth, claro! Aquela rapariga tem muito para mostrar.

O que mais gostei sem dúvida foi da escrita. É uma escrita super fluída para o género de livro que se trata. Os cenários são fáceis de se visualizar na nossa cabeça, e além do mais conseguimos estar presentes.

Muitas vezes vemo-nos juntamente com Mikael a tentar resolver os crimes, começámos a pensar em mil e uma teorias da conspiração e no fim já desconfiámos de tudo e todos. Quando descobria verdade fiquei parva. Não esparava nada assim! Fiquei um pouco chocada, mas foi dos melhores finais que eu já vi.

Sinto-me ansiosa quanto aos restantes livros. Pretendo ler, mas não penso que seja para breve. Já ouvi maravilhas dos livros seguintes, dizem que são muito melhores (conseguem ser melhores?!).

Para quem gosta de Lars Kepler, quase que aposto que vai adorar Stieg Larsson. Este livro tem de tudo, desde uma pitada de romance, mistério que nunca mais acaba, suspense, drama, um pouco de terror. Tem tudo mesmo! Sempre me disseram que os suecos têm jeito a escrever, e acreditem que não é mentira!

Sem comentários:

Enviar um comentário